04 de abril de 2016

A Polícia Ambiental realizou uma operação neste domingo (3) que resultou no resgate de mais de 400 animais silvestres em João Pessoa e Campina Grande. Além do resgate dos animais, em sua maioria aves, 14 pessoas foram detidas e autuadas criminal e administrativamente pela compra ou venda de animais silvestres, de acordo com o tenente Rodrigo Rodrigues.

Em Campina Grande, na Feira da Prata, foram resgatadas 347 aves silvestres e dois jabutis. Entre as espécies, estão galos de campina, periquitos da caatinga, golados, azulões, canários-da-terra, entre outros. Na cidade, 11 suspeitos do crime ambiental foram encaminhados à Central de Polícia.

Na capital, foram três pessoas autuadas por comprar ou vender animais silvestres na Feira de Oitizeiro. Foram resgatadas 61 aves e um jabuti.

Segundo o tenente Rodrigues, essas duas feiras são locais conhecidos pelo comércio ilegal de animais silvestres e, por isso, a Polícia Ambiental tem que fazer operações rotineiramente. A ação foi feita em conjunto com fiscais da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema).

Os animais resgatados vão ser encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em João Pessoa. O órgão, ligado ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), verifica se os animais estão em condições de serem soltos na natureza ou se precisam de cuidados.

G1 PB (03/04/2016)