Com o objetivo de promover o desenvolvimento técnico, cultural, social e econômico do país no ramo da Medicina Veterinária, a Sociedade Brasileira de Medicina Veterinária (SBMV) chegou ao seu centenário no dia 9 de junho. Com um live realizada pelo YouTube, a entidade comemorou seu primeiro século de atividades debatendo sua importância para a sociedade.

O secretário-geral do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), Helio Blume, participou do evento virtual, juntamente com o presidente da SBMV, Luiz Carlos Rodrigues Cecílio, e outras autoridades que atuam pelo desenvolvimento da Medicina Veterinária, como a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Teresa Cristina; e o senador da República e médico-veterinário, Wellington Fagundes.

“Saudamos a importância dessa data, agrademos a oportunidade de participar, sempre destacando a nossa a preocupação de continuar desenvolvendo políticas e ações que enalteçam a nobreza da nossa profissão, trabalhando para que a Medicina Veterinária seja cada vez mais conhecida pela sociedade”, celebrou Blume.

Com o enfretamento da pandemia de covid-19, o secretário-geral do CFMV destacou que os médicos-veterinários são profissionais conscientes da responsabilidade que têm, especialmente nos momentos de crise. “Temos colegas espalhados pelo mundo capitaneando pesquisas em laboratórios para produção de vacina”, destacou Blume. “Vamos continuar trabalhando para que o país atinja seus objetivos, apoiando o agronegócio, com a certeza de que essa será a atividade que irá estabilizar esse momento tão delicado”, disse.

Centenário

Como anfitrião do encontro on-line, antes de falar sobre os feitos da Sociedade, Cecílio fez uma saudação ao médico-veterinário Milton Thiago de Mello, hoje com 104 anos, pela longa trajetória profissional e seus 80 anos de contribuição à área, formado pela primeira turma da Escola de Medicina Veterinária do Exército.

Das vitórias, Cecílio destacou a realização do primeiro Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária, em 1922, como parte das comemorações do centenário da independência do Brasil. “A partir daí, outros 43 congressos se seguiram, constituindo-se como grande fórum de debate, com eclosão de ideias, que foram transformadas em importantes conquistas”, disse.

O presidente da Sociedade também salientou a primeira regulamentação da profissão com o Decreto 23.133, em 1933; a criação do Sistema CFMV/CRMVs em 1968 com a Lei 5.517; e o primeiro código de ética da profissão.

“Agora estamos celebrando uma trajetória secular, na qual contabilizamos importantes cometimentos. Em todas as grandes conquistas da profissão no país a marca Sociedade é certamente encontrada. Registramos uma escalada de cem anos e suas sensíveis vitórias”, afirmou o presidente da SBMV

Participação

A ministra Tereza Cristina comemorou a data especial, ressaltando que esse centenário é para poucas profissões. “Os médicos-veterinários brasileiros contribuíram e muito para o desenvolvimento da nossa pecuária nacional. Agradeço por fazerem tanto pelo nosso país”, reconheceu.

Completar cem anos é algo de extrema relevância, considerou o senador Fagundes. “Estamos buscando um caminho de fortalecer cada vez mais a nossa nobre profissão, por meio dessa entidade que tem parte fundamental no conjunto da Saúde Pública, e também a sua reconhecida atuação como instrumento de união dos médicos-veterinários, estabelecendo o elo central do inter-relacionamento das entidades de Medicina Veterinária do país, ajudando a promover a necessária integração das nossas estruturas”, disse o senador.

live foi coordenada pelo presidente da Academia Brasileira de Medicina Veterinária (ABMV), Josélio Andrade Moura, que destacou o trabalho da vigilância agropecuária, tanto na parte veterinária, como na econômica. “É um trabalho de extrema importância, pois é a primeira barreira para entrada de enfermidades. O Brasil hoje tem sua estabilidade nessa área graças ação da Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa”, destacou

Participaram também da live do centenário da SBMV, o médico-veterinário titular da ABMV e ex-presidente da SBMV, René Dubois; o presidente da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa Brasil), Saliem Sayeg; o secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, José Guilherme Leal; o diretor de Departamento de Saúde Animal do Mapa, Geraldo Marcos de Moraes; e a diretoria do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal do Mapa, Ana Lúcia Viana.

Assista  Vídeo 1 |  Vídeo 2

Assessoria de Comunicação CFMV