O Conselho Regional de Medicina Veterinária da Paraíba – CRMV/PB, realizou na última quinta-feira (09) a palestra sobre Leishmaniose Canina, ministrada pelo Méd. Vet. Rafael Ramos.

Durante a palestra Rafael abordou sobre os tipos de leishmaniose, que é uma enfermidade que acomete os animais e o homem, bem como os métodos de diagnósticos necessários para uma correta análise da doença. “É importante não fechar o diagnóstico apenas pelas características” ressaltou ele.

Nos últimos anos o número de leishmaniose em felinos tem aumentando, mas em menor número em relação ao cão. “O agente da leishmaniose canina, pode acometer felinos, animais silvestres, o homem, vários primatas, mas pensando em animais domésticos como o cão e gato, o cão tem maior incidência”, esclareceu Rafael.

Tratamento da leishmaniose é um tema bastante polêmico que divide opiniões. Segundo Rafael se pensar na saúde pública, a recomendação do Ministério da Saúde é a eutanásia, porém com a autorização de medicamento no Brasil para o tratamento, é possível tratar a doença conforme apresentação de alguns casos de sucesso onde os pacientes tiverem resultados positivos. É importante lembrar que o tratamento é contínuo e que se faz necessário informar ao proprietário do paciente todos os procedimentos necessários.

 

Sobre o Programa

O Programa Educação Continuada do CRMV/PB, é um projeto coordenado pela Comissão Regional de Ensino da Medicina Veterinária cujo objetivo é o aperfeiçoamento profissional, bem como a introdução de novas técnicas e atualizações na área, além de promover a integração entre os profissionais. As palestras acontecem uma vez por mês.

Para saber mais sobre o Programa Educação Continuada acesse

Assessoria de Comunicação CRMV/PB