Por ser essencial que médicos-veterinários e zootecnistas conheçam as recomendações da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) para o bem-estar de animais de produção e interesse econômico, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) tem feito o esforço de traduzir e divulgar os capítulos 7 do Código Sanitário de Animais Terrestres e Código Sanitário de Animais Aquáticos. Agora mais um capítulo está disponível em português para os profissionais brasileiros: “Capítulo 7.0 – Introdução às recomendações de bem-estar animal”.

O documento apresenta as diretrizes gerais a serem adotadas para a leitura de todos os demais capítulos 7 do Código Sanitário de Animais Terrestres. A publicação apresenta a definição da OIE para bem-estar animal, os procedimentos primordiais a serem atendidos e as orientações para uso de animais em produção de alimentos, ciência e pesquisa, entretenimento e companhia.

De acordo com Código, “bem-estar animal requer prevenção de doenças e tratamento veterinário apropriados, abrigo, manejo e nutrição apropriados, manipulação e abate ou sacrifício humanitários”. Ainda define que “bem-estar animal refere-se ao estado do animal, o tratamento que o animal recebe é coberto por outros termos, tais como cuidado animal, criação e tratamento humanitário”.

Confira a íntegra do capítulo traduzido.

Fonte CFMV