No dia 7 de junho de 2020 é celebrada a segunda campanha “Segurança dos Alimentos, responsabilidade de todos”, realizada pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e a Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Atualmente, no mundo, estima-se que uma em cada dez pessoas adoecem após consumir alimentos contaminados, e que 420 mil pessoas morrem a cada ano, sendo que crianças menores de 5 anos são as mais afetadas, com 125 mil mortes anuais”, informa a Opas/OMS, no texto que promove a campanha deste ano.

O material explica, ainda: “Em um mundo em que a cadeia de suprimento de alimentos se tornou mais complexa, qualquer incidente adverso à segurança de alimentos pode ter efeitos negativos globais, um impacto negativo na saúde pública, no comércio e na economia. Todo o mundo tem um papel a desempenhar, do campo à mesa, para garantir que os alimentos que consumimos sejam seguros e não causem danos à nossa saúde. Os alimentos inócuos são fundamentais para a promoção de saúde e da erradicação da fome, dois dos 17 Objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável (ODS). Este dia internacional é uma oportunidade para fortalecer os esforços para reduzir o risco de doenças transmitidas por alimentos e garantir que os alimentos que ingerimos sejam seguros.”

Evento

A Opas/OMS transmite, ao vivo, no dia 8 de junho (segunda-feira), às 13h, um seminário sobre Mercados de Alimentos Seguros. O objetivo é celebrar a data e reconhecer o trabalho de pessoas que atuam em toda a cadeia de produção de alimentos, tais como médicos-veterinários, zootecnistas, agricultores, transportadores, varejistas, compradores, vendedores e consumidores. Serão homenageados, especialmente, todos os atores da cadeia de produção de alimentos por continuarem ativos mesmo em situações de crise, como na atual emergência da covid-19, e reconhecer sua dedicação em garantir um fornecimento contínuo e seguro dos alimentos.

A organização enfatiza “a importância dos mercados tradicionais de alimentos, que desempenham um papel essencial, como a principal fonte de alimentos frescos e acessíveis para diversos grupos de baixa renda e uma importante fonte de subsistência para milhões de habitantes urbanos e rurais na região das Américas. Os mercados tradicionais são o coração da atividade econômica de muitos municípios, são essenciais para a segurança alimentar, porém estão propensos a riscos e foram identificados como fonte potencial de vários surtos de doenças transmitidas de animais vivos para seres humanos, como SARS, gripe aviária e, mais recentemente, SARS-CoV-2 (covid-19). É por isso que, durante esse dia, compartilharemos experiências sobre como garantir a continuidade das operações e melhorar a segurança dos alimentos nos mercados tradicionais.”

Acesse o link para ter acesso à notícia na íntegra, fazer inscrição e participar do evento, que será transmitido em espanhol. A hashtag #inocuidaalimentaria identificará nas redes sociais as atividades e postagens relacionadas à data.

CRMV-RJ promove webinar sobre a data

Além do evento da Opas/OMS, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio de Janeiro (CRMV-RJ) vai lembrar a data promovendo o webinar Dia Mundial da Segurança dos Alimentos. O encontro on-line será também na segunda-feira (8), das 17h às 20h.

Na programação, estão previstas as seguintes palestras:

– Combate à Informalidade na Obtenção e Comércio de Produtos de Origem Animal, com o médico-veterinário Ronaldo Gil (CRMV-RJ 3530);

– Queijos Artesanais e Controles Sanitários, pela médica-veterinária Mayara Souza Pinto (CRMV-RJ 8562);

– Controle de Fraude x Segurança dos Alimentos: entenda os impactos, ministrada pelo médico-veterinário Humberto Cunha (CRMV-MG 19.115).

A mediadora será a médica-veterinária Isabelle Campello (CRMV-RJ 8597), presidente da Comissão Estadual de Alimentos do CRMV-RJ.

As inscrições são gratuitas, através do link https://bit.ly/3cG4Uf7

CRMV-PI promove bate-papo no youtube

No dia 07 de junho, às 16 horas, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Piauí (CRMV-PI), promove um detabe no You Yube com o tema “Sistema de Gestão Integrado do Campo à Mesa para a Segurança dos Alimentos”.  Com as participações de José Maria dos Santos Filho, presidente da Comissão Nacional de Tecnologia e Higiene Alimentar do CFMV ( CONTHA), Lidiana de Siqueira Nunes Ramos, presidente da Comissão Regional de Higiene, Inspeção e Tecnologia de Alimentos do CRMV-PI, e Isabelle Campello, presidente da Comissão de Estadual de Alimentos do CRMV-RJ,

Confira no instagram do @crmv.piaui

FontesOpas e Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio de Janeiro (CRMV-RJ)

 Assessoria de Comunicação CFMV