julho de 2016

O I Seminário Nacional sobre o Papel do Médico Veterinário e do Zootecnista na área ambiental, realizado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) nos dias 7 e 8 de junho de 2016, em Cuiabá (MT), trouxe temas importantes como Empregos Verdes; resíduos de serviços de saúde animal; saúde ambiental e mudanças climáticas; sustentabilidade e segurança de alimentos; entre outros.

Dos debates, nasceu a “Declaração de Cuiabá”, pensada por integrantes das comissões regionais de meio ambiente que estiveram presentes no I Fórum das comissões nacional e regionais de meio ambiente do Sistema CFMV/CRMVs, realizado nos dias 9 e 10 de junho, em seguida ao Seminário.

A Declaração ratifica a interface entre saúde humana, animal e ambiental – a Saúde Única, termo que tem sido amplamente debatido pelo Sistema CFMV/CRMV.

O principal objetivo da declaração, segundo a Comissão Nacional de Meio Ambiente do CFMV, é divulgar a importância da atuação dos médicos veterinários e zootecnistas na Saúde Única, para os profissionais da área e para toda a sociedade.

A declaração, na íntegra, construída no dia 10 de junho, afirma: “Nós ratificamos o conceito de ‘Saúde Única’, que salienta a importância de uma consciência coletiva sobre a interação entre saúde animal, humana e ambiental”.

Saiba mais sobre a Medicina Veterinária na Saúde Única

Fonte Assessoria de Comunicação do CFMV