Uma ação conjunta do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Paraíba (CRMV-PB) e o Batalhão da Polícia Ambiental (BPAmb), ocorrida na última segunda-feira (17) em João Pessoa-PB, resultou na apreensão de mais de 20 animais exóticos e silvestres, dentre eles estavam serpentes, aranhas caranguejeiras, gavião e um lagarto

Após receber denúncia de maus-tratos em animais domésticos os fiscais do Regional e o médico-veterinário, membro da Comissão Regional de Animais Silvestres e Meio Ambiente (CRASMA/CRMV-PB),  constataram por meio de fiscalização,  várias infrações como a falta de um responsável técnico registrado no Conselho, maus-tratos e ausência de estrutura mínima para a manutenção das espécies.

Na ocasião a empresa foi autuada por não cumprir a legislação vigente onde o proprietário deverá apresentar ao CRMV-PB, no prazo de 30 dias, o que foi solicitado para regularização da mesma, caso contrário será emitido auto de multa.

Foram encontrados animais nativos e exóticos em situação irregular, animais coletados ou adquiridos de forma ilegal e com indício de tráfico. A comissão explica que “capturar e manter animais nativos sem a devida autorização dos órgãos ambientais, assim como introduzir animais que não pertencem a nossa fauna (animais exóticos) é caracterizado como crime ambiental conforme a Lei 9.605/98”.

Comissão Regional de Animais Silvestres e Meio Ambiente CRMV-PB