Os desafios da fiscalização do exercício da Medicina Veterinária e da Zootecnia foram o tema do primeiro dia do Seminário de Fiscalização do Sistema CFMV/CRMVs, que teve início na terça-feira (07/03) na sede do Conselho Regional de Medicina Veterinária do estado de Goiás (CRMV-GO), em Goiânia. O evento reuniu representantes de 23 conselhos regionais, que relataram questões enfrentadas pela fiscalização de suas regiões, e compartilharam experiências com o objetivo de aprimorar o trabalho dos CRMVs no controle da atuação de profissionais e empresas. O evento termina na quinta-feira (09/03).

“A realização desse primeiro encontro com certeza será um marco. Vamos ouvir todos vocês e isso vai servir para que a gente possa pensar em ações conjuntas e pensar em melhorias. O processo fiscalizar será monitorado e aperfeiçoado constantemente, com a contribuição de todos”, assegurou ao público do evento Marcello Rodrigues da Roza, secretário-geral do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV).

Marcello Rodrigues da Roza, secretário-geral do CFMV. Foto: Ascom/ CFMV

Este foi o primeiro evento do Sistema CFMV/CRMVs dedicado ao debate do trabalho de fiscalização dos Conselhos Regionais. A Comissão Nacional de Fiscalização (CNAF) começou a atuar em 2015, e desde então tem trabalhado no mapeamento e na padronização do chamado processo operacional padrão da fiscalização, que foi concluído e entregue aos conselhos regionais em novembro do ano passado.

O Sistema CFMV/CRMVs pretende aprimorar o serviço dos responsáveis por fiscalizar os estabelecimentos e profissionais da Medicina Veterinária e Zootecnia, respeitando as particularidades de cada região e desenvolvendo um modelo de fiscalização para uma atuação mais eficiente.

Benedito Dias de Oliveira Filho, presidente do CRMV-GO. Foto: ASCOM/ CFMV

“Estamos aqui para discutir os problemas e a operacionalização do trabalho de fiscalização. Se necessário, vamos padronizar algumas ações para que possamos executar de forma mais eficiente possível esse trabalho que é a razão principal da existência do nosso sistema do Conselho Federal e dos Conselhos Regionais”, ressaltou Benedito Dias de Oliveira Filho, presidente do CRMV-GO.

Experiências

O primeiro dia do Seminário foi reservado aos relatos dos representantes dos Conselhos Regionais, que tiveram a oportunidade de dividir com os colegas experiências positivas, dificuldades e dúvidas a respeito do processo de fiscalização.

Representantes do CRMV-GO. Foto: ASCOM/ CFMV

Entre os temas que foram alvo do debate estavam a legislação referente à atuação da Medicina Veterinária, a estruturação física e técnica dos CRMVs, parcerias técnicas com outras entidades e a dificuldade de atender ao grande número de profissionais e estabelecimentos atuantes distribuídos pelo país.

José Pedro Soares Martins, presidente da CNAF/CFMV. Foto: ASCOM/ CFMV

Com base nas informações compartilhadas pelos regionais, o CFMV pretende continuar trabalhando no aprimoramento do processo e na construção de uma nova realidade para a fiscalização. “O nosso grande objetivo é conversar”, resumiu José Pedro Soares Martins, presidente da Comissão Nacional de Fiscalização (CNAF/CFMV). “Queremos conhecer a vivência da fiscalização de cada Conselho Regional, identificar lacunas, padronizar a aplicação da legislação e aprimorarmos o processo fiscalizar”, enumerou Martins.
Saiba mais

Sistema CFMV/CRMVs realiza primeiro Seminário de Fiscalização

Fonte CFMV (matéria acessada em 09/03/17)