Os integrantes de Comissões do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) que fazem parte da nova gestão se juntaram aos conselheiros e à diretoria do Federal nesta terça-feira (24), no II Workshop Única Voz. O evento, realizado no Hotel Fazenda Cabugi, no estado de Goiás, tem como objetivo integrar e instruir os participantes, além de pensar o planejamento estratégico do próximo triênio.

O presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda, deu boas-vindas aos integrantes de comissões e destacou a importância do planejamento estratégico para o alcance dos objetivos do Conselho. “Juntos podemos mais. Aqui é o momento de mostrarmos nossos compromissos para a profissão e a sociedade. Dedicamos muitos momentos da nossa vida para o ensino, pesquisa, inspeção, mas não comunicamos e divulgamos nosso trabalho”, ressaltou Arruda.

Os integrantes de comissão receberam, ao longo da tarde, informações sobre o papel do Conselho Federal e sua representação na sociedade, além de orientações gerais sobre o funcionamento das comissões, seus direitos e papéis.

Pensar em conjunto

O modelo participativo de gestão, adotado pelo CFMV, também foi apresentado aos presentes pela integrante da Área de Gestão Estratégica do Conselho, Isabela Llurda Menezes. Em seguida, houve o treinamento para elaboração do projeto por meio de uma atividade em grupo.

Como resultados da atividade, foram ressaltadas a importância de se trabalhar em conjunto, executar metas com o devido planejamento e pensar em estratégias adequadas para alcançar seu objetivo. “Cada comissão tem sua expertise e o objetivo do workshop é a integração, pensando na contribuição que cada comissão pode dar à profissão e à sociedade”, afirmou Isabela.

Segundo o presidente, o nome do workshop “Única Voz” veio com o intuito de realmente criar uma voz única entre os profissionais. “Uma voz que não destoe e seja pautada em comunicação, característica que também precisa ser aprimorada entre os profissionais para que evidenciem a amplitude das profissões, para que a sociedade conheça melhor a atuação do Médico Veterinário e do Zootecnista”, explicou o presidente.

Assessoria de Comunicação CFMV