Home/Notícias/CFMV reforça importância dos serviços essenciais dos zootecnistas na produção animal

CFMV reforça importância dos serviços essenciais dos zootecnistas na produção animal

Zootecnistas cumprem papel primordial na manutenção da produção de alimentos. Neste momento em que o Brasil e o mundo tomam medidas para conter o avanço da Covid-19, causada pelo novo coronavírus, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) elaborou nota visando reforçar a importância da manutenção dos serviços essenciais desses profissionais na cadeia de produtos de origem animal.

No texto, elaborado pela assessoria técnica do conselho, recomenda-se a manutenção da força de trabalho dos zootecnistas. Também são listadas recomendações aos profissionais que seguem atuando no campo, para que sigam rígidas normas de higiene e demais cuidados para a prevenção da transmissão da Covid-19 no ambiente de trabalho.

A seguir, a íntegra da nota:

****

Serviços essenciais dos zootecnistas devem ser garantidos para se manter a produção animal durante pandemia do novo coronavírus

Em virtude da pandemia da Covid-19, causada pelo novo coronavírus (SARS-Cov-2), os governos estaduais estão fechando os comércios locais a fim de evitar a disseminação da doença. Os decretos variam de uma região para outra do país, mas no geral, garantem o funcionamento dos serviços de saúde e de toda a cadeia de produção de alimentos.

Por entender ser imprescindível a manutenção da cadeia de produção animal, atividade que envolve a atuação dos zootecnistas, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) recomenda a manutenção da força de trabalho desses profissionais, visando a contribuir com a população neste momento de crise.

Para manter o atendimento e, ao mesmo tempo, contribuir para conter a proliferação do novo coronavírus, o CFMV orienta que, em sua atuação, os zootecnistas:

– Reforcem as recomendações de higienização e dos cuidados para a prevenção da transmissão da Covid-19 nos estabelecimentos sob sua responsabilidade;

– Nas visitas aos produtores, redobrem os cuidados na adoção de regras básicas de higiene e assepsia pessoais e do ambiente, antes e após cada atendimento. Além de seguir rigidamente essas normas de higiene, manter um intervalo mínimo de duas horas entre as visitas.

– Mantenham as distâncias recomendadas pelos órgãos de saúde na interação pessoal, como forma de mitigar a possibilidade de contaminação. Nos locais de manejo e criação dos animais de produção, via de regra, já costuma ser baixa a concentração de pessoas, o que diminui o risco e já contribui para evitar a propagação do vírus nesses ambientes.

OIE e WVA

A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e a Associação Mundial de Veterinária (WVA) emitiram nota defendendo que os serviços de nutrição animal são essenciais para a saúde pública, especialmente na prevenção de doenças, no gerenciamento de emergências e enfrentamento de pandemias, como a que ocorre atualmente. Confira o posicionamento completo das entidades internacionais de saúde animal (texto em inglês).

Fonte Assessoria CFMV

2020-03-25T11:57:18-03:00 25/03/2020|Notícias|