O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) manifesta seu pesar pelo falecimento do médico veterinário Sérgio Coube Bogado, que ocorreu neste domingo (15/5).

Bogado nasceu no dia 17 de abril de 1930, em Niterói (RJ). Formou-se em Medicina Veterinária na Escola Fluminense de Medicina Veterinária, em 1952. No triênio de 1987 a 1990 foi presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do estado do Rio de Janeiro (CRMV-RJ) e, alguns anos mais tarde, de 2002 a 2005, foi tesoureiro do mesmo Conselho. Também foi conselheiro suplente do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV no triênio de 1969 a 1972.

O profissional teve influência na criação da Lei 5.517/68, que dispõe sobre o exercício da profissão de médico veterinário e criou os conselhos federais e regionais, uma das principais conquistas da Medicina Veterinária. A Lei era de autoria de seu irmão, o então deputado federal Sadi Bogado.

Sérgio Bogado também foi vice-presidente da Academia Brasileira de Medicina Veterinária e exerceu chefia em diversos cargos, como no Posto de Vigilância Sanitária Animal, em Jaguariaíva, no Paraná; no Laboratório de Fabricação de Produtos Biológicos, em Castro (PR); e no Setor de Fisiopatologia da Reprodução e Inseminação Artificial, também no Paraná.

Em Minas Gerais, na cidade de Pedro Leopoldo, fundou o Laboratório Nacional de Referência Animal (Lanara).

Foi ainda professor da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal Fluminense, onde chefiou o Laboratório de Controle de Alimentos e Rações.

Fez cursos e estágios sobre produção e controle de vacinas contra a raiva, Febre Aftosa, Peste Suína e Brucelose em centros de referência do Brasil e do exterior, por exemplo no Instituto de Investigações Veterinárias, em Lisboa, e no Real Instituto de Rotterdam, na Holanda.

O médico veterinário teve inúmeras homenagens durante sua vida. Em 1986, recebeu do CFMV o Prêmio Paulo Dacorso Filho, pelos relevantes serviços prestados à profissão.

Os serviços técnicos e sociais prestados às comunidades de Castro (PR), Pedro Leopoldo (MG) e Campos dos Goytacases (RJ) também renderam ao médico veterinário o título de cidadão honorário.

O CFMV reconhece e agradece ao Dr. Sérgio Coube Bogado por sua atuação com excelência e dedicação à Medicina Veterinária e se junta aos familiares no sentimento de dor.

Fonte Assessoria de Comunicação do CFMV