22 de julho de 2015

“Por sua relevante contribuição acadêmica e por toda sua história de dedicação à Medicina Veterinária e a agropecuária brasileira, representada por esse grandioso currículo, o CFMV escolheu o Dr. Carlos Maria Antônio Hubinger Tokarnia como vencedor do prêmio Professor Paulo Decoros Filho – edição 2014”.

Com essas palavras, o médico veterinário Júlio Otávio Jardim Barcellos, presidente da Comissão Nacional de Assuntos Políticos do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CONAP/CFMV) anunciou o nome do médico veterinário Carlos Tokarnia como o escolhido para receber o prêmio Paulo Dacorso Filho. A homenagem foi entregue nesta quarta-feira (22), durante a abertura do XI Congresso Brasileiro e XVII Congresso Latino-americano de Buiatria, em São Paulo (SP).

Carlos Tokarnia faleceu no último dia 6 de julho, aos 86 anos. Ciente da escolha de  seu nome como vencedor do prêmio, ele escolheu o médico veterinário Daniel Guimarães Ubiali, orientado de Tokarnia no doutorado da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Muito emocionado, Ubiali disse ao receber o prêmio: “sinto-me imensamente honrado por estar representando o professor Tokarnia, especialmente nesta ocasião tão distinta. Sinto-me glorioso por ter convivido e ter sido orientado por ele”.

A troca de experiências entre mestres também aconteceu com Carlos Tokarnia, que  teve como professor de anatomia patológica Paulo Dacorso Filho. Segundo o discurso feito pelo próprio Tokarnia antes de falecer “toda minha vida profissional sempre foi norteada pelo exemplo que o professor Paulo Dacorso Filho nos deu, pela sua dinâmica, seu entusiasmo, sua honestidade, seu incansável esforço de dar o máximo de si nos ensinamentos e a noção do dever cumprido”.

No texto, lido pelo médico veterinário Daniel Ubiali, Tokarnia disse: “sinto-me extremamente honrado e lisonjeado com a manifestação de carinho dos colegas com a distinção de ter sido escolhido para receber o prêmio”.

A placa, bóton e medalha do prêmio Paulo Dacorso Filho ficarão no Museu de Anatomia Patológica da UFRRJ. Será construída uma seção em homenagem ao professor Carlos Tokarnia com a exposição de objetos pessoais dele, como bicicleta, chapéu, quadros e fotos com os colegas.

Carlos Maria Antônio Hubinger Tokarnia

Carlos Hubinger Tokarnia nasceu no Rio de Janeiro, em 24 de março de 1929.  Estudou na Alemanha, na Áustria, e ao voltar ao Brasil prestou vestibular para Medicina Veterinária na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), na época Universidade Rural do Brasil. Graduou-se em 1952. Fez estágio na África do Sul como bolsista da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Atuou por mais de 30 anos como médico veterinário do Ministério da Agricultura e foi responsável por cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado em diversas Universidades Federais do país.

Desde o início da vida profissional, Carlos Hubinger Tokarnia teve a ambição de ser um médico veterinário competente na área clínica e da patologia. E assim cumpriu sua missão, dedicando sua vida na Medicina Veterinária ao estudo das doenças em bovinos causadas por plantas tóxicas e deficiências minerais. Atualmente era professor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), onde começou sua vida acadêmica. Publicou mais de 200 trabalhos em revistas científicas nacionais e escreveu livros que são referência, como “Plantas Tóxicas da Amazônia a Bovinos e Outros Herbívoros” e “Deficiências Minerais em Animais de Produção”.

Sobre o prêmio Paulo Dacorso Filho

A homenagem, que inclui placa, bóton e medalha, é concedida anualmente pelo CFMV desde 1977.  Os nomes de profissionais indicados para concorrer ao prêmio são encaminhadas ao Conselho Federal até o mês de julho, sendo os currículos, os memoriais e toda a documentação submetidos à avaliação em Sessão Plenária pelos conselheiros do CFMV.

O nome do prêmio é uma homenagem ao médico veterinário Paulo Dacorso Filho que dedicou sua carreira às principais causas da Medicina Veterinária e do CFMV, do qual foi membro.  Formado pela Escola Nacional de Veterinária da Universidade Rural do Brasil, em 1934, fez parte de várias associações e sociedades. O título de Mestre em Patologia foi concedido pela Universidade Wisconsin, Estados Unidos, em 1947. Ele também formou-se em Medicina pela Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, em 1952. De 1952 a 1974, foi chefe do Laboratório de Anatomia Patológica do Hospital-Escola São Francisco de Assis.

Como professor, lecionou em instituições do Rio de Janeiro, Bahia e Rio Grande do Sul. Publicou cerca de 70 artigos científicos e ocupou diversos cargos em respeitadas instituições. No Conselho Nacional de  Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), foi diretor do setor de Veterinária entre 1966 e 1974 e conselheiro entre 1960 e 1965. Paulo Dacorso Filho morreu em 1975.

CFMV