O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) participou, em ambiente virtual (on-line), na última semana, da reunião de emergência da Associação Pan-americana de Ciências Veterinárias (Panvet) com a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) para debater o apoio dos médicos-veterinários às campanhas de vacinação contra a Covid-19 nos países integrantes da Panvet.

A reunião resultou em uma declaração de colaboração dos médicos-veterinários aos ministérios da saúde das diversas nações. O documento foi assinado pela presidente da Panvet, Macarena Vidal.

“Os médicos-veterinários, como profissionais essenciais e parte integrante da Saúde Única (humana, animal e ambiental), seguem trabalhando com responsabilidade, compromisso e paixão para salvaguardar a saúde e o bem-estar animal e a saúde pública nos nossos países”, relata Cícero Pitombo, representante do CFMV na Panvet.

Participaram da discussão os representantes de países das Américas, como o Brasil, Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos, México, entre outros. Do CFMV, em nome do Brasil, integraram o grupo os representantes Cícero Pitombo (conselheiro da Panvet) e José Arthur Martins (delegado brasileiro da Associação). Da Regional da OIE Américas, participou Luis Barcos.

Panvet

Fundada em 1992, a Associação Pan-Americana de Ciências Veterinárias (Panvet) é considerada a principal associação da ciência veterinária das Américas. Sua atuação é reconhecida por órgãos internacionais, como a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e a Associação Mundial Veterinária (WVA). A associação reúne instituições representativas de várias nações do continente que, juntas, estabelecem políticas, inovações e recomendações para manter a liderança da Medicina Veterinária no mundo.