Home/Notícias/Brigada Animal encerra oficialmente os trabalhos em Brumadinho

Brigada Animal encerra oficialmente os trabalhos em Brumadinho

Coordenada pelo CRMV-MG, a Brigada Animal encerrou oficialmente no último sábado (9) os trabalhos desempenhados no resgate e tratamento de animais em virtude do rompimento da barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho. Durante 16 dias de trabalho, foram assistidos cerca de 400 animais. O dado se refere a animais resgatados e devolvidos a seus donos, ou aos que foram resgatados e destinados a fazenda de acolhimento. Os animais que receberam atendimentos nas propriedades de seus tutores também compõem este número.

Na data em que a Brigada Animal encerrou os trabalhos em Brumadinho, 121 animais encontravam-se nas fazendas disponibilizadas pela Vale para os trabalhos de acolhimento e tratamento. Eles ficarão sob os cuidados da Vale, que contratou uma equipe de médicos veterinários e disponibilizou uma estrutura clínica para os procedimentos necessários.

Presidente da Comissão de Desastres do CRMV-MG, a médica veterinária dra. Laiza Bonela ressaltou a complexidade dos trabalhos e o sentimento de gratidão após a conclusão das ações no município. “Em um universo que pedia socorro, definitivamente, o nosso bem-estar próprio jamais foi prioridade. As experiências de resgate da fauna em Brumadinho nos mostraram que devíamos atuar sem limites para que o trabalho não cessasse. Estamos imensamente gratos pela oportunidade de fazemos a diferença. Gratos por presenciarmos e por participarmos da luta pela vida”, avalia a também responsável por coordenar as ações de resgate em Brumadinho.

As ações desempenhadas pelo CRMV-MG em Brumadinho contaram com a participação da Aclivepa Minas, da Escola de Veterinária da UFMG, da ONG World Animal Protection, e de voluntários. O CRMV-MG também esclarece que o processo de adoção dos animais que porventura não tiverem seus tutores identificados será conduzido pela Vale.

Novas ações

Devido ao risco de rompimento de barragens nos municípios de Barão de Cocais e Itatiaiuçu, o Conselho, por meio da Comissão de Desastres, encaminhou equipes da Brigada Animal para auxiliar na assistência aos animais que não puderam evacuar as áreas junto aos seus tutores.

Fonte CRMV/MG

2019-02-11T14:00:33+00:00 11/02/2019|Notícias|