A expressão: “o cão é o melhor amigo do homem” é amplamente conhecida e reproduzida por muitas pessoas. Isso porque, os cães são considerados animais de companhia e a interação com outros animais e seres humanos é extremamente importante para eles e integra o comportamento social normal da espécie. Os cães são identificados como: inteligentes, leais, protetores, companheiros, por suas demonstrações voluntárias de amor e carinho – características de um bom amigo.

Diariamente, são divulgadas notícias de cães cuidando de outros animais, expressando reações para socorrer humanos em perigo e até mesmo velando os seus donos.

Incompreendidos por alguns, principalmente por sua autossuficiência, gatos são fiéis companheiros e manifestam o seu amor, com carinhos por vezes excêntricos, mas são amigos afetuosos e brincalhões e a interação também é importante para o bem-estar da espécie.

Esses comportamentos ocorrem porque os animais são serem sencientes, ou seja, capazes de sentir emoções como: medo e felicidade.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), com informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil, há mais de 132 milhões de animais de estimação. Calcula-se que os lares brasileiros possuam mais de 52 milhões de cães, 38 milhões de aves, 22 milhões de felinos e 18 milhões de peixes.

No Dia do Amigo, celebrado em 20/7, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) reforça que é papel de toda a sociedade, a promoção do bem-estar animal.

Valorize a amizade, seja qual for o seu amigo!

Fonte CFMV