13 de outubro de 2015

A pecuária corresponde a qualquer atividade ligada à criação de gado como bovinos, caprinos, suínos, bubalinos, equinos, aves, entre outros. Além do consumo de carne, ovos e leite, o homem também se beneficia da pecuária com a obtenção de matérias primas como couro e lã usados na fabricação de sapatos, bolsas, casacos, entre outros.

Os números mostram que, a cada ano, a pecuária brasileira ganha mais espaço e força, tanto no mercado nacional como no exterior. O agronegócio é responsável por cerca de 22% do Produto Interno Bruto do país. O Brasil é líder mundial nas exportações de carne bovina e de frango, além de ocupar o 4º lugar no ranking de maiores exportadores de carne suína. Dados do Ministério da Agricultura mostram que, nos últimos 15 anos, houve crescimento no rebanho bovino (↑22%), suíno (↑12,3%), e de frango (↑83,1%).

A tecnologia aplicada à pecuária está cada vez mais presente no rebanho brasileiro, impulsionando os índices de produtividade dos animais e colaborando para uma pecuária eficiente, sustentável e responsável por gerar empregos.

O sucesso da pecuária brasileira também é fruto do trabalho dos profissionais de Medicina Veterinária e Zootecnia. Os médicos veterinários atuam na sanidade do rebanho, produtividade, bem-estar e sustentabilidade ambiental, por exemplo.  Além disso, garantem ao consumidor final produtos de qualidade que podem ser consumidos com segurança pela população pois foram inspecionados por profissionais capacitados. A produtividade e o melhoramento genético também são uma preocupação dos Zootecnistas.

No Dia Nacional da Pecuária, o Conselho Federal de Medicina Veterinária parabeniza os produtores rurais e profissionais de Medicina Veterinária e Zootecnia que juntos, com dedicação e eficiência, fazem parte do time responsável por elevar a pecuária brasileira a um nível de destaque mundial.

CFMV